Informação

Black Friday influencia cabotagem pelo país – saiba tudo com os destaques do Comércio Exterior para a semana 46

22 de novembro de 2021
Blog > Black Friday influencia cabotagem pelo país – saiba tudo com os destaques do Comércio Exterior para a semana 46

1 – Black Friday deve quebrar os recordes de cabotagem

Um estudo realizado pela empresa de logística integrada A.P Moller – Maersk, que leva em conta o comportamento de consumo de 2021, revelou que as chances de o recorde de cabotagem serem batidas durante a Black Friday são altas.

Em 2020, a mesma empresa já havia registrado um recorde de cabotagem quando o navio Sebastião Cabato deixou o porto da Zona Franca de Manaus transportando cerca de 23 mil toneladas de carga doméstica. Agora, o Monte Sarmiento, o maior navio de contêineres em operação no Brasil, se juntou à força-tarefa da Black Friday.

Os principais fatores que impulsionaram esse comportamento são: a pandemia de covid que levou diversos empreendedores para o mundo virtual, comportamento dos consumidores que agora preferem compras online, inflação que impulsiona os compradores a buscar promoções no período da Black Friday.

Todos esses fatores devem culminar em um novo recorde de cabotagem pelo país na reta final do mês de novembro.

2 – Gecex reduz imposto de importação para ampliar produção de energia limpa

O Comitê-Executivo de Gestão (Gecex) da Câmara de Comércio Exterior (Camex) do Ministério da Economia decidiu reduzir as alíquotas do Imposto de Importação que incidem sobre produtos ligados à produção de energia.

O objetivo da medida é fomentar a diversificação da matriz energética brasileira a partir de fontes mais limpas, além de proporcionar a redução do custo de produção e comercialização de energia no País, a longo prazo.

Com a medida, a alíquota do imposto de importação para painéis solares será reduzida de 12% para 6%; para determinados tipos de bateria de lítio, de 18% para 9%; conservadores de corrente contínua, baixa de 14% para 7%; já as partes de reatores nucleares, a alíquota do Imposto de Importação cairá de 14% para 0%.

A decisão entrou em vigor no dia 19/11/21.

3 – Exportações de melão têm forte alta

As exportações de melão da safra 2021/22 do Rio Grande Norte/Ceará subiram com força em outubro, somando 45 mil toneladas, de acordo com dados da Secex, aumento de 62% frente a setembro.

A receita do dólar também subiu, atingindo US$ 30,8 milhões (FOB), elevação de 57% no comparativo mental.

Segundo a Secex, esse resultado foi o melhor para um mês de outubro nos últimos seis anos, quase superando o recorde registrado em 2015. Autoridades do segmento relatam que o aumento dos embarques foi influenciado pela firme demanda internacional e pelo dólar valorizado frente ao Real. Isso tem levado produtores a priorizar as vendas internacionais.

Fique sempre informado 

Se você gosta de receber notícias em primeira mão, temos um convite para você: assine a nossa Newsletter!

Semanalmente, enviamos no seu e-mail um resumo com os principais destaques do Comércio Exterior, além de compartilhar materiais exclusivos sobre os mais diversos temas. Clique aqui para se cadastrar.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES.
INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER.