Artigo

Energia solar aparece como alternativa frente à crise hídrica

16 de setembro de 2021
Blog > Energia solar aparece como alternativa frente à crise hídrica

Sempre que uma porta se fecha, outra é aberta.

Se de um lado estamos vivendo a maior crise hídrica dos últimos tempos, do outro estamos vivenciando mudanças de comportamento e também observando novas oportunidades chegando, como é o caso das energias renováveis.

Nesse artigo vamos falar um pouco sobre as energias renováveis e como está o cenário econômico atual desses segmentos. Boa leitura!

Situação atual

Frente ao pior índice de chuvas das últimas nove décadas, a crise hídrica atinge o Brasil e desperta inseguranças. A principal discussão do tema certamente é o fornecimento de energia elétrica, já que a maior parte da matriz energética do país é proveniente do sistema hidrelétrico.

Diante disso, as previsões mais pessimistas apontam para a probabilidade de apagões. Enquanto isso, novos cenários surgem e possíveis soluções aparecem.

As energias renováveis podem nos salvar?

Em meio às soluções apontadas por especialistas, está a diversificação das fontes, com investimento em outros modelos de produção. Em especial, a energia solar.

Reconhecida em 2020 como a forma mais barata de gerar eletricidade no mundo, a modalidade ainda ocupa a sexta posição entre as mais usadas no Brasil.

Contudo, o setor apresenta grande possibilidade de crescimento e aparece como um bom alvo para investimentos. Segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), o Brasil ultrapassou em junho de 2021 a marca de meio milhão de conexões de geração própria de energia a partir de fonte solar fotovoltaica.

Porém, é preciso ressaltar que somente a utilização da energia solar ainda não salva o Brasil da atual crise hídrica. É preciso um conjunto de ações, estruturais e comportamentais, para passarmos por esse período sem maiores consequências.

Para ir além: comportamentos para enfrentar a crise hídrica

Além do investimento em fontes alternativas de energia, ainda é preciso mudar o nosso comportamento para enfrentar a crise hídrica no país.

Por isso, reunimos alguns comportamentos que você pode começar a adotar agora mesmo:

_Instale reguladores de vazão nas torneiras e chuveiros; 
_Armazene a água do descarte da máquina de lavar roupas para tarefas de limpeza;
_Reduza o tempo de banho e desligue o chuveiro quando for ensaboar o corpo; 
_ Apague as luzes ao sair do ambientes e retire os aparelhos eletrônicos da tomada após o uso;

Mudar a realidade está em nossas mãos também. Vamos juntos fazer a diferença!

RECEBA NOSSAS NOVIDADES.
INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER.