Artigo

Saiba os impactos do Coronavírus no Comércio Exterior

2 de março de 2020
Blog > Saiba os impactos do Coronavírus no Comércio Exterior

[Atualizado em 16/06 às 11:30h| Estaremos constantemente acompanhando as informações a respeito do Coronavírus e atualizando esta publicação conforme necessário]

Desde a confirmação do primeiro caso de Coronavírus no Brasil, muita coisa mudou. Pensando nisso, reunimos aqui as principais informações sobre o COVID-19, a situação atual no país e como ele está afetando o comércio exterior no mundo. Boa leitura!

 

Situação atual

Foram confirmados 888.271 casos do Coronavírus no país pelas secretarias estaduais de Saúde. O número de mortes subiu para 43,9 mil superando, assim, a China, país que foi o primeiro a registrar casos de coronavírus e totalizou 4.632 óbitos em decorrência da doença.

Aqui, tem um mapa atualizado em tempo real para você acompanhar a evolução do vírus no mundo. Clique para conferir. E se quiser acompanhar a evolução do vírus em nosso país clique aqui.

De que forma o Coronavírus está afetando o Comércio Exterior?

Considerada o principal parceiro comercial do Brasil, a China representou 19,9% das importações brasileiras em 2019. O mesmo vale para as exportações, 28% dos produtos brasileiros tiveram como destino o país asiático.

Agora, com a propagação do Coronavírus pelo mundo, tanto o mercado nacional como o mundial já estão sentindo os impactos. A bolsa de valores está passando por instabilidades e estudiosos já apontam uma desaceleração econômica a nível mundial.

No que diz respeito ao Comércio Exterior, vimos a potência asiática, literalmente, paralisar todas as suas operações na tentativa de conter a proliferação do vírus.

Mesmo com as fábricas paradas, alguns profissionais de logística e agentes de carga trabalharam no formato de home office, porém, de forma limitada, uma vez que não havia transporte de mercadorias, nem produção.

Com isso, a um curto prazo devemos ficar atentos para os atrasos na elaboração de documentos, no envio e também na entrega das mercadorias. Contêineres estão parados e, por isso, podemos esperar a partir de agora grandes aumentos e oscilações no valor dos fretes.

Além disso, é provável que aconteça um aumento generalizado dos preços para o consumidor final. Uma vez que os processos internacionais funcionam como uma grande engrenagem, ou seja, quando uma dessas peças sofre alteração ou para de funcionar todos são impactados.

O que esperar do retorno gradativo do Comércio Chinês?

A partir de agora, o mercado asiático começou a retomar algumas das suas atividades. Porém, a realidade está longe de voltar a sua normalidade.

No âmbito do transporte marítimo, as transportadoras são apontadas como o principal agravante da situação, já que apenas 45% delas está retornando ao trabalho. Com isso, os portos estão operando 50% abaixo do volume normal. Outro fator afetado por essa realidade são as instalações de armazenagem, que já estão com 90% do seu espaço comprometidos.

A situação também não está favorável para o transporte aéreo. As únicas companhias que mantém rotas com destino para Pequim e Xanghai aumentaram os fretes, estão operando sem regularidade e no formato de priority.

Enquanto isso, o que eu posso fazer?

Ficar por dentro de todas as atualizações sobre o avanço do Coronavírus é fundamental neste momento. Mas lembre-se: busque sempre informações em fontes confiáveis para não acabar disseminando Fake News por aí.

Apesar do momento conturbado, esta pode ser também uma oportunidade para investir em outros mercados e focar na diversificação internacional. Além de evitar a paralisação total das fábricas, isso pode abrir portas para novas parcerias.

Além disso, é importante também manter os pedidos organizados e programar liberações imediatas para evitar transtornos. Para isso, ter um bom parceiro logístico faz toda a diferença! Aqui, você encontra uma equipe altamente qualificada e que cuida do seu processo da forma que ele é: único. Que tal falar com a gente e conhecer um pouco mais sobre o que podemos fazer por você? Clique aqui.

O que mais eu preciso saber sobre o Coronavírus?

Primeiro é preciso ter em mente que este vírus não é uma novidade. A sua família já é conhecida e, inclusive, já causou outras epidemias. O que estamos lidando agora é uma mutação chamada: 2019 n-Cov.

Os sintomas do novo Coronavírus são variados. Nos casos mais comuns os pacientes apresentam tosse seca ou com secreção e febre acima de 37°C. Já nas situações mais graves, acontecem dificuldades respiratórias agudas e insuficiência renal. Outros sinais da doença também podem ser: dores no corpo, congestionamento nasal, inflamação na garganta e diarreia.

A sua transmissão acontece pelo ar, por meio da saliva, ou pelo contato a pessoas e superfícies contaminadas, como celulares, maçanetas e apoios de transporte público. Saiba como se prevenir do Covid-19:

• Lavar bem as mãos, esfregando bem entre os dedos e as partes internas das unhas é fundamental. Usar álcool 70% também ajuda, principalmente nas situação em que não é possível lavar as mãos;
• Sempre que tossir, cubra o rosto com a parte interna do cotovelo;
• Evite tocar nariz, olhos e boca antes de limpar as mãos;
• Mantenha os objetos que utiliza com frequência sempre higienizados com álcool;
• Quando estiver com o nariz escorrendo, utilize lenços descartáveis;
• Mantenha-se sempre bem informado sobre os métodos de prevenção e repasse informações corretas.

Nos casos de suspeita de contaminação pelo novo vírus, procure imediatamente atendimento médico ou então disque: 136.

Fique sempre por dentro das principais atualizações e informações do Comércio Exterior. Acompanhe nossas redes: Linkedin | Facebook | Instagram

RECEBA NOSSAS NOVIDADES.
INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER.