Home » Informação » Saiba a importância dos Incoterms nas operações comerciais

-

19
fevereiro
2018
Sem comentários.

Saiba a importância dos Incoterms nas operações comerciais

É de extrema importância o conhecimento e entendimento dos Incoterms, considerando os riscos e custos que envolvem uma operação comercial de compra e venda de mercadorias. Os Incoterms têm força de cláusulas contratuais: a partir do momento que importador e exportador optem por utilizá-los na fatura comercial, estão obrigados a assumir o que determina.

Por isso, a MasterSul, referência em consultoria e assessoria em Comércio Exterior, orienta os clientes a prestarem muita atenção no momento de suas negociações, pois o Incoterm vai determinar os custos e riscos contidos na operação.

 

Linha do tempo dos Incoterms:

 

1923:

O ICC realiza os primeiros estudos sobre os termos comerciais mais usados, destacando as disparidades da sua interpretação.

1928:

O segundo estudo sobre regras de Incoterms expande o escopo para melhorar a clareza dos termos comerciais em mais de 30 países.

1936:

O ICC publica a primeira edição das regras de Incoterms com seis termos comerciais relativos ao transporte marítimo.

1953:

Três novos termos não marítimos abordam o aumento do transporte de mercadorias por caminho-de-ferro na sequência da 2ª guerra mundial: FOR (Free on Rail), FOT (Free on Truck) e DCP (Delivered Cost Paid).

1967:

O ICC lança a terceira edição das regras Incoterms incluindo dois novos termos: DAF (Delivery at Frontier) e DDP (Delivery in Country of Destination).

1976:

Quarta edição das regras Incoterms anuncia novos termos para acabar com a confusão relacionada com a interpretação do FOB (Free on Board) para o transporte aéreo.

1980:

FCA (Free Carrier) termo e novos processos de documentação introduzidos para abordar o aumento da contenção.

1990:

O ICC revela os Incoterms 1990, uma revisão completa da versão de 1953 que reflete as práticas contemporâneas no comércio internacional e o uso do transporte intermodal FCR torna-se FCA. As alterações incluem também disposições relativas à utilização de mensagens.

2000:

A publicação de Incoterms 2000 vê mudanças importantes na seção <Entrega>, que tornou o termo FCA (Free Carrier) mais claro e fácil de usar.

2010:

O ICC libera Incoterms 2010, reduzindo o número de termos de 13 para 11, pela inclusão de 2 novas regras para uso, independentemente do modo de transporte acordado. Outras modificações para refletir o cenário comercial contemporâneo incluem medidas para aumentar a cooperação entre as partes e adaptações em relação às vendas de commodities e transações domésticas.

 

Quer saber quais são os Incoterms e como utilizá-los no comércio internacional? Baixe gratuitamente o nosso e-book aqui.


Comentários

Seja o primeiro a comentar isso!